sábado, 18 de junho de 2016

10 Maneiras de Acabar com a Curiosidade das Crianças

Olá mamães,

Se tem uma coisa que admiro muito nas crianças é sua curiosidade!

Tudo as encanta, as impressiona, as fascina! O mundo ao seu redor é repleto de coisas para serem descobertas e decifradas!
"Morder ou não morder? Eis a questão"


E então lá vêm as perguntas! Muitas perguntas! Milhões de perguntas! Perguntas aos borbotões!

Esses interrogatórios podem nos levar à exaustão!

Pensando nisso preparei a lista abaixo, contando com a participação especial da Dona Ironia e do Sr. Sarcasmo!

10 Maneiras de Acabar com a Curiosidade das Crianças

1 – Muita TV –  Não apenas a própria, mas toda a turma de telas: computador, tablet, celular, vídeo game... Essa galerinha tem o poder de hipnotizar a criançada. Assim, quanto mais ficarem com os olhos fixos nas geringonças tecnológicas, menos perguntas nos farão!

2 – Respostas curtas – Outra forma bastante eficiente, mas que requer persistência! Quando começar o perguntório responda o mais monossilabicamente possível. Nada de explicações interessantes e ricas em detalhes. “Sim”, “Não”, “É”, “Não é”, e pronto! Encerre o assunto. Com o tempo você vai perceber que os pequenos vão perguntar cada vez menos!

3 – Não converse - Essa dica é um aprimoramento do item acima. Evite bater papo com as crianças. Fale com elas o mínimo necessário. Para que puxar assunto e contar as novidades que você viu por aí? Para que querer saber se eles viveram alguma experiência nova na escola? 

4 – Nada de brincar com coisas diferentes - Elas devem brincar apenas com brinquedos! E quanto mais tecnológicos e cheios de botões que emitem sons estridentes melhor! Alguns desses brinquedos tem o mesmo poder hipnótico das telas já perceberam?! Então invista neles! Nada de deixar os pequenos à vontade para brincar com coisas inusitadas como bacias, panelas, caixas de papelão... Dar muita margem para a imaginação acaba favorecendo a curiosidade também. Cuidado! 

5 –  Evite contato com a natureza - As plantas, os animais, as pedras, o céu, o mar... enfim, toda a criação exerce um fascínio enorme sobre as crianças. Conforme nos tornamos adultos já não nos deixamos mais deslumbrar por essas coisas, não é?! Então a dica aqui é manter a criançada longe do contato com a natureza em geral. Nada de ver pôr-do-sol, nem de passeios em parques ou fazendas. Esses lugares são cheios de possibilidades para os pequenos indagarem à beça! Fuja deles!

6 – Diga muitos nãos por pura preguiça - Ainda que não seja algo perigoso nem errado, por que perder seu tempo indo atrás das ideias das crianças? E criança tem cada ideia! Mesmo que bata aquela vontade enorme de ir na onda deles e ver no que dá, seja firme e diga: Não! Assim: "Vamos fazer um caminho diferente?" "NÃO!" "Vamos seguir essa trilha de formigas?" "NÃO!" "Posso pegar algumas dessas folhas do chão?" "NÃO!" Restrinja as possibilidades de novidades! 

7 –  Menos livros - Livros são pratos cheios para os olhinhos curiosos! Figuras novas, informações novas e principalmente palavras novas! O que esse tanto de descobertas gera? Perguntas e mais perguntas. Quanto menos livros melhor!

8 – Nada de inovações - Por que a criança vai inventar de fazer algo de um jeito diferente se pode fazer sempre igual? Vai acabar descobrindo várias coisas novas! E surgirão questões como: “Porque fazemos assim e não assado?”, “Será que desse outro jeito dá certo?”, "O que acontece se eu misturar isso com aquilo?"  Não permita isso!

9 – Banalize - Se, por algum motivo, você descuidar e seu filho acabar encontrando algo super interessante pra te bombardear de perguntas e observações, não se apavore, diga apenas: "Mas é só ...., deixe isso pra lá". Complete a frase com a descoberta em questão: uma folha, uma borboleta, uma pedra, uma palavra à toa. Fazendo isso algumas vezes você vai notar que o desinteresse de seu filho irá aumentar consideravelmente.

10 –  Dê o exemplo - Exemplo é tudo na vida não é! Então, se deseja acabar com a curiosidade das crianças que te cercam, esteja atenta ao seu comportamento! Nada de ficar observando o mundo ao seu redor, muito menos pesquisando ou lendo sobre assuntos interessantes e ideias novas. Satisfaça-se com o mínimo de informações possíveis. 



Que o Senhor nos dê sabedoria e paciência para fazermos exatamente o contrário dos itens acima! Que os nossos pequenos contem sempre conosco para descobrir, pesquisar, conversar e responder muitas e muitas perguntas!


Um beijinho,
Da mamãe do Gabriel e da Alice

2 comentários:

  1. Como sempre um texto brilhante e inteligente. Além, claro de edificante!
    Parabéns Raquel, Deus te abençoe com outros textos inspiradores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! Muito obrigada pelo incentivo e pelo carinho Sô!!
      beijinhos

      Excluir