quarta-feira, 6 de junho de 2012

Mãe segundo o coração de Deus - Focando o coração


Quando estava grávida do meu primeiro filho li “Mãe segundo o coração de Deus” de Elizabeth George. Esse livro é uma benção!! Em primeiro lugar ele é todo focado na Bíblia e em como viver para a glória de Deus, aliás como todos os livros dela. Essa querida autora tem um jeitinho tão carinhoso de escrever que a leitura mais parece uma conversa com uma amiga mais experiente, que nos conta seus sábios conselhos. Além disso, há várias sugestões práticas que podemos aplicar a nossas vidas.
No ano passado foram realizadas algumas reuniões com mães de crianças pequenas em minha igreja e pude compartilhar com elas os primeiros capítulos desse livro. Mas não foi possível continuar com os encontros, e foi por isso que tive a idéia de criar este blog. Assim, poderíamos contar nossas experiências (ainda que de uma maneira virtual), sendo que cada uma pode escolher o melhor dia e horário para ler o material e compartilhar com as demais.
Então nas próximas semanas estarei colocando os resumos que já estão prontos e prometo prosseguir até o final do livro. Mas se você é ansiosa como eu, adquirira seu exemplar e leia logo tudo na íntegra, tenho certeza de que será benção na sua vida também.
Focando o coração
Vocês já perceberam que tudo o que fazemos é assunto do coração?  Nossas escolhas, atitudes e palavras revelam nosso coração, como nosso Amado Senhor disse: “Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca” Mateus 12:34.
Na educação de nossos filhos acontece a mesma coisa. Sabemos que é o Espírito Santo quem convence do pecado, da justiça e do juízo (João 16:8). Mas também precisamos com diz Elizabeth George “ir até o fundo do tenro coração de nosso filho e plantar a semente da Palavra de Deus enquanto oramos fervorosamente pela ‘influência divina’”.
E todo este serviço de ensino começa no coração da mãe.
Como mães nosso trabalho designado por Deus é criar filhos segundo o coração de Deus, que procurem obedecer ao Senhor e conheçam a salvação por Jesus.
Deus quer que nosso foco seja dar nosso coração, nossa alma, nossa mente, nossa força e nosso tempo para influenciar e moldar o coração de nossos filhos para que se voltem para Ele e seus propósitos.
Vamos dar um passeio pelas Escrituras e ver a importância do ensino diligente, juntamente com o poder do Senhor, na vida de várias crianças:
ð Crianças/adolescentes da Bíblia com o coração segundo Deus:
- Samuel:  Era ainda um menino quando creu, ouviu o chamado de Deus e respondeu a Ele. Exatamente o que queremos que nossos filhos façam! Sua mãe, Ana, foi fiel e tinha um fervoroso amor por Deus e o conhecia profundamente, podemos observar isso no cântico de Ana em I Samuel 2:1-10 (por favor leia, é lindíssimo). Podemos até imaginá-la aproveitando cada minuto precioso enquanto seu lindinho ainda morava com ela para lhe ensinar tudo sobre o Senhor. E depois de cumprir sua promessa de entregá-lo para servir no templo ajudando o sacerdote Eli, certamente Ana dedicava muito do seu tempo e de seus pensamentos rogando a Deus por seu filhinho.

- Davi: Tinha entre 10 e 16 anos quando foi ungido rei. Pouco depois não temeu enfrentar o gigante que aterrorizou todo o exército de Israel, nem mesmo o rei ousou encarar o desafio proposto por Golias. A confiança e o amor que Davi tinha por Deus eram tão grandes e tão firmes que não havia lugar para o medo em seu coraçãozinho. Certamente a fé de Davi vinha de gerações de servos de Deus (Rute 4:21 e 22 “E Salmom gerou a Boaz, e Boaz gerou a Obede, e Obede gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi”). Devemos passar a confiança em Deus de geração a geração para que nossos descendentes sejam como Davi, homens e mulheres segundo o coração de Deus
- Daniel e seus amigos:  Eram adolescente entre 14 e 17 anos quando decidiram não se contaminar com as comidas do rei. Suas ações dão testemunho da instrução vigorosa e piedosa dada por seus pais. Quando muitos na adolescência se rebelam, eles escolheram honrar a Deus e permaneceram firmes custasse o que custasse. Vamos imaginar nossos filhos tendo que fazer escolhas difíceis: O que queremos que eles escolham? Devemos orar muito para que Deus inscreva nosso ensino fiel da Palavra no coraçãozinho dos nossos filhos.
- Timóteo: A avó e a mãe de Timóteo ensinaram a ele sua fé diligentemente, com dedicação e oração. Mesmo com o pai não crente ele seguiu os bons exemplos em sua família. Nossas famílias são campos férteis para receber a semente do evangelho.
- Maria:  tinha cerca de 14 anos quando recebeu a mensagem do anjo sobre a vinda de Jesus e disse as palavras que estão Lucas 1:38 “(...)Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. (...)” E mais a frente, assim como Ana fizera séculos antes, Maria entoou um lindo cântico ao Senhor e expressou em palavras a devoção profunda e o grande conhecimento das Escrituras que existiam em seu coração(Lucas 1:46-55). Ela certamente foi educada, ensinada, encorajada e instruída nas Escrituras. Alguém em sua família se certificou que ela viesse a conhecer a Deus.
Agora vamos pensar um pouco sobre nosso próprio coração. Afinal, ninguém pode dar o que não tem, nem ensinar o que não sabe. Queremos que nossos filhos desenvolvam um coração segundo Deus. Então precisamos antes de tudo clamar ao Senhor para que NÓS tenhamos um coração totalmente entregue a Ele.
Vamos orar como o salmista:
Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto” Salmo 51:10
“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” Salmo 139: 23 e 24
Como Elizabeth muito bem coloca: “Como você quer que seus filhos amem e sigam a Deus, foque seu coração em Deus e deixe que seus filhos vejam que você O ama e O segue. Apenas seja mãe segundo o coração de Deus. Ele a ajudará a cuidar de tudo o mais que a maternidade envolve.”

A autora nos dá dicas de pequenas escolhas que fazem grande diferença:

- Planejar a semana: separando tempo para ler a Bíblia, se preparar com antecedência para ir a igreja nos dias de culto, realizar culto doméstico (confissão da Raquel: não conseguimos fazer todos os dias, mas quando nos planejamos fica bem mais fácil!);
- tomar cuidado com o uso do tempo com TV, internet e outros hobbies;
- memorizar versículos, sozinha e com os filhos;
- ler livros devocionais e incentivar seus filhos a lerem também;
- orar para que Deus molde seu coração.
Que possamos refletir a glória do Senhor em nossos lares, sendo transformadas mais e mais a cada dia: “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” II Coríntios 3:18

Um beijinho,


2 comentários:

  1. PAMELA CAMARGO DE OLIVEIRA9 de maio de 2014 18:36

    A Paz do Senhor irmã! Realmente os livros dessa autora tem ajudado muito minha vida espiritual, acompanho ela há 6 anos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz Pamela! Pois é, ela é uma benção! Você já leu Mulheres que amaram a Deus? É um ótimo devocional! Estou quase terminando de ler "Educando filhas segundo o coração de Deus" e estou gostando bastante!! Outro livro que recomendo muito(até costumo ter em "estoque" para dar de presente) é Reflexões de uma mãe, é de outra autora, Doris Aldrich, você conhece? A edição antiga era Você está contente mamãe?" É fininho mas tão profundo...
      um beijinho e obrigada pelo carinho,
      Raquel

      Excluir