quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Quando crescer quero ser criança!


Olá mamães,

Dia desses estava em mais uma festa de aniversário de amiguinhos dos meus filhos e me deparei com uma plaquinha com o seguinte texto:



Achei o máximo!

Fiquei pensando no quanto a maternidade torna esse desejo possível. Voltamos a desenhar, colorir, pintar, brincar de massinha, de boneca, de lego. Nos lambrecamos de tinta, de argila, de giz colorido. Assistimos desenhos superfofos e coloridos, pecinhas de teatro engraçadas e cheias de música! E livros então! Gente, sou apaixonada por livros de criança, os textos são umas gracinhas, e as ilustrações então?! Uma mais linda que a outra!

Nossa casa e nossa vida vão sendo transformadas por esse universo infantil que é bem mais leve, mais colorido, mais alegre!

Em Mateus 18:3 nosso querido Mestre nos ensina:

“Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus.”

Claro que Jesus fala aqui de algo muito mais profundo que voltar aos desenhos e brincadeiras! Creio que precisamos imitá-las em algumas características próprias da infância tais como:

- humildade: Em geral as crianças não se ressentem quando são chamadas à atenção, nem se julgam superiores umas às outras.

- confiança: A criança acredita firmemente em tudo o que os pais lhe dizem e ensinam. Que grande responsabilidade nós temos! Acho extremamente importante dizermos somente a verdade sobre qualquer assunto, para que essa confiança jamais seja quebrada!

- facilidade para perdoar: Tem coisa mais linda?! Eles brigam e daí a alguns minutos já estão conversando e brincando como se nada tivesse acontecido!

- adaptabilidade: desmame, começo na escolinha/creche, mudança de casa... já perceberam como nós sofremos por muito mais tempo que eles?!

- alegria com pequenas coisas: Sabe quando você se endivida para comprar aquele brinquedo caro e seu filho brinca mais com a caixa ou com o papel de presente?! E o que falar das festas onde os pais do aniversariante contratam animação profissional, e a criançada só quer correr pra um lado e para o outro?!

Apesar dessas características, sabemos que as crianças, assim como os adultos, são pecadoras:

“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.” Romanos 3: 23 e 24

Somente através do perdão que o sangue de Jesus nos concede, e do agir transformador do Seu Espírito Santo seremos regenerados e conseguiremos crescer na fé, na pureza, no amor, na alegria, etc.

E assim cresceremos para nos tornarmos crianças, bem aconchegadas nos braços do Pai Celestial.

Um beijinho,
Da mamãe do Gabriel e da Alice

4 comentários:

  1. Que texto delicioso de ler e ao mesmo tempo tão verdadeiro e profundo ! Acho que além de professora você poderia ser escritora! Bjs.Gi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gi, sua linda! Que fofinha você é! Muito obrigada pelos elogios e pelo carinho!
      beijos

      Excluir
  2. Lindo demais! Amei! É bom demais ser criança! Tenho ficado preocupada com a minha vida após os meus crescerem.. Vou sentir muita falta!
    Pri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, nem me fale Pri!!! Vou sentir muita falta também!
      Muito obrigada pelo elogio e pelo carinho!
      um beijinho

      Excluir